Concebo Ilustração não como desenho e sim como Instalação Artística. Porque cada livro é único.

.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Rosas de Maio


Aceitei o desafio de desenhar flores - um tema tão batido. Aqui, tentei imprimir às rosas a sofisticação, classe e elegância de um perfume francês. Mas também a fragilidade, representada pelo brilho vítreo. Porque a beleza às vezes é frágil.